terça-feira, junho 28, 2022

Minas Gerais marca ampliação de 13% na geração de energia solar

Um crescimento de 14% na potência acoplada de energia solar foi registrado em Minas Gerais, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (20). Como resultado, o estado do Sudeste continua na liderança nacional de geração energética nesta matriz com 1,7 gigawatt. O levantamento é da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

A pesquisa ainda leva em conta o consumo residencial, comercial, industrial e em propriedades rurais e prédios públicos.

Na atual conjuntura, Minas tem 16,8% de representação por toda a potência instalada no Brasil, bem como detém aproximadamente 154,8 mil conexões operacionais.

Além disso, a associação indica que apenas um dos 853 municípios não tem a presença de energia solar, alcançando, portanto, 206,8 mil consumidores.

Um dos benefícios da atuação em massa da energia solar no Brasil – ainda que esteja fora dos usos comercial, residencial ou industrial – é o progresso social, econômico e ambiental do País.

“Minas Gerais é atualmente um importante centro de desenvolvimento da energia solar. A tecnologia fotovoltaica representa um enorme potencial de geração de emprego e renda, atração de investimentos privados e colaboração no combate às mudanças climáticas”, explica Bruno Catta Preta, coordenador estadual da Absolar em Minas Gerais, em entrevista ao jornal “O Tempo”.

Aproximadamente R$ 9,1 bilhões em investimentos tem sido atraídos para Minas Gerais com a geração própria de energia solar, desde 2012. Do mesmo modo, 51,9 mil empregos e R$ 1,8 bilhão são arrecadados aos cofres públicos por causa da aplicação desse tipo de energia.

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares