Não vai ter Hexa! Brasil perde nos pênaltis e é eliminado da Copa do Mundo

Acabou o sonho do Hexacampeonato da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2022 no Qatar. Em jogo duro que persistiu até a disputa de pênaltis, o Brasil caiu para a Croácia nas quartas de final na segunda Copa seguida.

Podendo ser considerado uma grande surpresa, visto o embalo da amarelinha e o declínio da Croácia, a Seleção cai de forma melancólica naquela que era considerada a amor chance de Hexa desde 2006.

Primeiro Tempo

O primeiro tempo talvez tenha sido um dos piores momentos da Seleção na Copa até aqui em questão de domínio. Isso porque, o meio campo croata dominou totalmente o do Brasil, com trocas de passes que levavam perigo a meta de Alisson. Apesar das melhores chances ainda assim terem sido do Brasil, a Croácia foi melhor, e preocupou a torcida brasileira.

Enquanto Modric, Kovacic e o lateral Juranovic foram os destaques dos europeus, na mesma medida Paquetá, Casemiro e Raphinha não foram bem.

Segundo Tempo

O segundo tempo diferente do primeiro começou a todo vapor com a Seleção Brasileira indo pra cima, criando chances e com a velocidade de Vinícius Jr criando perigo.

Com a Croácia encurralada, as alterações foram sendo feitas e Antony foi dominando uma região do campo que Raphinha não vinha conseguindo jogar.

Apesar do bom segundo tempo, a seleção esbarrou no herói da classificação croata e o escolhido como melhor em campo, o goleiro Livakovic.

Prorrogação

O roteiro da prorrogação foi o mesmo do segundo tempo regulamentar, a seleção indo pra cima e a Croácia se defendendo e apostando todas suas fichas em Livakovic.

No entanto, no fim do primeiro tempo da prorrogação, Neymar fez uma jogadaça e abriu o placar, se tornando também o maior artilheiro da história da seleção, se igualando a ninguém mais ninguém menos que Pelé.

O segundo tempo da prorrogação começou e o Brasil agora que se propôs a defender, mas não o suficiente. Em uma escapada, Petkovic marcou o gol de empate e levou a partida para os pênaltis.

Pênaltis

Já nas penalidades, o Brasil começou batendo e, perdendo com o jovem Rodrygo. A situação inclusive que é uma das polêmicas dessa eliminação, já que a comoção e entendimento geral era de que Neymar deveria ter batido.

Os croatas por sua vez bateram e não erraram nenhuma, e na batida decisiva, novamente Neymar não foi o escolhido, e o zagueiro Marquinhos bateu no pé da trave, acabando com o sonho do hexa.

Esse foi o fim de um ciclo da seleção, que novamente termina sem um título de Copa, daquela que é a seleção mais tradicional do planeta.

Sem Tite para os próximos anos, agora fica a dúvida quanto a continuidade não só do técnico, mas de que jogadores devem se manter como favoritos nas convocações.

Relembre como foi a campanha da Seleção Brasileira na última Copa do Mundo

Nesta quinta-feira (25) o Brasil estreou na Copa do Mundo 2022 no Catar com vitória sob a Sérvia, dando início a campanha rumo ao sexto título de Copa. O Brasil chegou neste ano com uma esperança do povo brasileiro que não havia talvez desde 2006, a 16 anos atrás, Copa que procedeu após última conquista da seleção, que veio na em 2002. Em 2010 uma melancólica eliminação para a Holanda, e em 2014 o inesquecível 7 a 1 em casa diante a Alemanha descredenciou o Brasil como favorito em 2018, e neste ano a expectativa é fazer melhor do que de fato no fim, não foi bem feito na Rússia.

Após passar em um grupo muito parecido com o qual está na atual edição da Copa, com Sérvia e Suíça, o Brasil passou pelo México e, enfim nas quartas, enfrentou seu primeiro, maior e último desafio na competição, quando acabou caindo em confronto com a Bélgica.

A partida ficou marcada pela atuação gigante do goleiro Courtouis, que fechou o gol e minou qualquer chances de classificação do Brasil.

Além disso, Fernandinho fez sua última aparição com a camisa amarelinha, após duras críticas devido a um gol contra e a falha no segundo tento, marcado por De Bruyne. Outro nome fichado foi o de Renato Augusto, que no fim do jogo, quando parecia bater o goleiro belga, chutou pra fora em um lance que não sai da cabeça dos brasileiros.

Outra semelhança além do grupo que reserva o Brasil na copa, é como a seleção de 2018 e 2022 chegam de um bom desempenho nas Eliminatórias da América do Sul, no entanto, agora com uma boa esperança dos torcedores, maior que na última edição.

Início da Copa do Mundo 2022

Outra diferença que marca a expectativa sobre a seleção em comparação a última Copa, é até mesmo a estreia, já que em 2018, o Brasil empatou de forma morna e sem brilho diante a Suíça. Já nesta edição, o Brasil manteve um ótimo nível de atuação e bateu por 2 a 0 a Sérvia, tida como a grande candidata à segunda colocação, junto à Suíça.

A Suíça que será a próxima adversária do Brasil na Copa, que conta com desfalques importantes, Danilo e Neymar, que inclusive devem ficar de fora de todo o restante da fase de grupos, voltando apenas no mata-mata.

No entanto, mais uma diferença surge quanto aos últimos anos, já que a seleção não conta mais com uma dependência de Neymar, tendo jogadores de alto nível para suprir e até rodar mais o elenco.

Vacina contra o coronavírus produzida pela UFMG

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, na última segunda-feira (3), a autorização para que a SpiN-TEC, vacina contra a Covid que está em elaboração pelo Centro de Tecnologia de Vacinas da UFMG, seja aplicada na fase de testes em pessoas. Esse é o retrato do teste clínico, que deve começar até o término deste mês.

A vacina, na etapa dos testes pré-clínicos, não gerou efeitos colaterais adversos, o que especificou a capacidade de produção de anticorpos. Por essa razão, os exames comprovaram também que a dose é eficaz contra distintas variantes do vírus, garantindo que houve proteção aos casos de Covid grave tais quais no modelo moderado.

De acordo com o coordenador da pesquisa, Ricardo Gazzinelli, a SpiN-TEC pode corresponder a primeira vacina humana totalmente desenvolvida no Brasil. No âmbito da universidade, essa conquista expõe um legado para o desenvolvimento de imunizantes para outras doenças.

O financiamento do estudo será por propriedade da UFMG, pelo Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação, Fiocruz e Prefeitura de Belo Horizonte. A princípio, existe a previsão de que a dose seja aplicada na população a partir de 2023.

MG recebe gasolina com preço abaixo de R$ 5

O litro da gasolina pode ser encontrado com valor abaixo de R$ 5 em postos de 13 estados, de acordo com a pesquisa semanal de preços da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) publicada na última sexta-feira (19). Diante da média nacional, o combustível chegou a ser comercializado nos postos com um preço a R$ 5,40 por litro, queda de 1,8% em relação à semana anterior.

Dessa maneira, esta foi a oitava semana consecutiva de queda. A medida é uma consequência dos cortes de impostos aprovados pelo Congresso no encerramento de junho, além de reduções do preço nas refinarias da Petrobras. A ANP identificou o litro da gasolina abaixo de R$ 5 em postos do Amapá, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

O preço mais barato do combustível no país foi encontrado em Jau (SP), a R$ 4,50 por litro. Guarapuava (PR) correspondeu ao município com menor preço médio do combustível na semana passada, quando marcou R$ 4,79 por litro. Já o Amapá atendeu ao estado com menor preço médio, girando em torno de R$ 4,97 por litro.

A queda do preço da gasolina leva em conta a estratégia do atual governo da República, comandado por Jair Bolsonaro (PL), o qual intensifica a queda na escalada dos preços dos combustíveis no primeiro semestre. Por causa dos cortes de impostos e da queda nas cotações internacionais do petróleo, os preços dos principais combustíveis têm apresentado queda nas últimas semanas.

Cobra é identificada e capturada em São João del Rei

Na noite da última terça-feira (19), uma cobra coral foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros, no Bairro Matosinhos, em São João del Rei. O animal estava situado em uma árvore, e buscou atacar uma senhora que trafegava no passeio. Na ocasião, nenhuma pessoa ficou ferida.

De acordo com sargento Dias, chefe da equipe que atendeu a ocorrência, o animal ainda tentou se esconder para não ser caçado. Posteriormente, a cobra foi solta em um terreno de mata.

“Nossa equipe efetuou a busca da cobra, pois ela se escondeu sob uma árvore e a região tem grande trânsito de pedestres. Com o uso de uma pinça de captura de serpentes, nós a retiramos de lá e acondicionamos em recipiente adequado, eliminando o risco”, complementou.