sábado, agosto 13, 2022

Atletas de MMA ganharão bônus em Bitcoins por lutas

Após se instalar de forma consolidada em esportes como o basquete e o futebol, a exchange de Criptomoedas Crypto.com busca dominar o mercado de patrocínios do maior evento de MMA do planeta, o UFC. E em parceria com a organização do torneio, a empresa irá ajudar no pagamento de bônus dos lutadores através de Bitcoins.

Os bônus não serão obtidos de qualquer forma, isso porque, não dependem apenas do desempenho do lutador no ringue, mas também da decisão dos telespectadores. Através de ums plataforma de PPV (Pay-Per-View) em acordo com a Crypto, fãs do UFC que estiverem acompanhando a noite de lutas, seja de qual peso for, poderão votar em 3 nomes para serem os premiados em Bitcoins da noite.

Os 3 que vencerem a votação popular em cada noite, receberão entre 10 e 30 mil dólares em BTC (Bitcoins).

O movimento entre UFC e Crypto.com foi elogiado pelo CEO do evento mais importante do mundo das lutas, Dana White.

“Este novo bónus de Fã da Noite é uma maneira incrível de engajar os fãs mais em nossos eventos enquanto recompensa os lutadores por performances incríveis”, destacou Dana.

Criptomoedas e NFTs no UFC

Apesar de já estar bem presente e com contratos bilionários em outros esportes, as criptomoedas começaram em esportes como o UFC, que foi um dos primeiros a acreditar num projeto de ativos digitais, justamente sendo a Crypto.com, quando no início de 2021 fecharam um acordo de 175 milhões de dólares, cerca de 800 milhões de reais, por um ano.

Vendo a parceria de sucesso que ia se formando e o crescimento do universo das Criptomoedas, diversos lutadores de MMA se juntaram a jogadores de futebol americano, e passaram a receber seus cheques/salários em BTC.

No futebol americano assim como no MMA, esse pagamento geralmente vem de parcerias exclusivas com times, equipes ou atletas em específico, já que os salários e prêmios tem de ser depositados em uma conta bancária convencional e depois, ser transformado na principal cripto do mundo.

Apesar de passar por um momento de crise, empresas de criptomoedas continuam a fechar grandes acordos e selar contratos com nomes do esporte.

Exemplo disso são as entradas recentes de Mbappé na Solare, Fantasy Game que envolve criptomoedas e NFT. E Messi, que se tornou parceiro oficial da Socios.com, exchange de criação de criptomoedas utilitárias, os Fan Tokens.

Além dos jogadores e do UFC, a queda das Criptomoedas, conhecida como “inverno Cripto” parece estar bem longe de abalar o mercado de patrocínios, já que a mesma Crypto.com, é uma exemplo disso se tornando patrocinadora oficial da Copa do Mundo de 2022 no Catar.

A Crypto.com também está presente na NBA, na fórmula 1 e a partir do ano que vem estará no Brasileirão, em todas as categorias da A até a D, junto de uma parceria com a CBF que também prevê a criação de tokens não fungiveis (NFT) e criptos exclusivas da amarelinha.

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares