terça-feira, junho 28, 2022

Empresa de criptomoedas se torna patrocinadora oficial do Brasileirão

Após ser patrocinadora oficial do Paulistão, campeonato estadual de futebol mais importante do Brasil, a maior exchange de criptomoedas do mundo, a Binance, anunciou em parceria com a CBF, o patrocínio do Brasileirão.

O começo da parceria se inicia na próxima temporada, já que na atual, o Brasileirão se encontra em contrato com a Bitci, outra empresa do mundo de cripto ativos, turca.

Por agora, a Binance irá atuar na distribuição de Fan Tokens da entidade CBF e produtos da seleção brasileira, tanto masculina quanto feminina.

Porém, de forma “indireta” a Binance já está presente a algum tempo no campeonato brasileiro. A empresa é patrocinadora do Santos, time paulista que disputa o torneio de pontos corridos.

A presença da Binance ajudando a CBF a montar planos de desenvolvimento digital envolvendo as criptomoedas, Fan Tokens e NFTs foi comemorada pela entidade.

Diretor de Marketing da CBF, Lorenzo Perales comentou sobre os avanços da tecnologia e o grande passo que estão tomando.

“A indústria vem mudando constantemente no ecossistema digital e tecnológico. As torcidas do país do futebol já estão se engajando no mundo dos fan tokens e NFTs e, neste cenário, é um grande avanço e um passo inovador ter essas competições associadas à Binance, um gigante global desse mercado. Para nós, é uma parceira estratégica para entender cada vez mais o perfil dos torcedores brasileiros e conectá-los com as competições”, exaltou Perales.

Binance estará presente em todas divisões do Brasileirão

O acordo entre a CBF e a Binance, não se refere apenas a parceria com a série A do Brasileirão. Tanto a série B e C, inclusive feminina, terão o apoio da exchange.

O investimento da marca no futebol brasileiro, é o plano de seu CEO, que vê no país já tido como “país do futebol”, uma grande oportunidade de lucro e expansão da comunidade Cripto e Blockchain.

“O esporte é um importante motor de inclusão na sociedade. E sendo o futebol fortemente ligado à identidade e à cultura brasileiras, nossa parceria com a CBF é importante para ajudar a expandir a adoção da cripto e gerar impacto positivo para nossos usuários, a comunidade cripto e de blockchain, e a sociedade como um todo no Brasil”, avaliou Changoeng Zhao, dono e fundador da Binance.

Futebol brasileiro já se encontra no mundo das Criptomoedas

Se engana quem pensa que esse movimento em colaboração da maior entidade de futebol do Brasil, seja o primeiro entre o esporte no país e empresas de NFT e criptomoedas.

Desde 2021, os clubes já dão passos importantes e criam seus próprios Fan Tokens.

O pioneiro foi o Atlético Mineiro, que em parceria com a Socios.com, maior nome de tokens utilitários voltados ao futebol do mundo, criaram o primeiro Fan Token de um time brasileiro.

Em questão de minutos, o $GALO, vendeu milhões de unidades, rendendo uma bolada milionária ao clube mineiro.

Depois do Atlético, Flamengo, Palmeiras, Bahia, São Paulo, Santos, e diversos outros times entraram para o que promete ser a salvação e o futuro dos sócios-torcedores. Já que, os Fan Tokens, nascem com a premissa de proporcionar a aquele que os possui, atividades intimistas com o seu clube do coração, participando ativamente até de decisões internas.

 

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares