segunda-feira, agosto 15, 2022

Gigante do futebol acerta parceria para recriar estádio no Metaverso

O Porto, um dos maiores times do futebol europeu, acertou a parceria com a plataforma de desenvolvimento do Metaverso, Upland. O negócio entre os portugueses e a empresa promete a criação de algo inédito no esporte, a reprodução completa de um estádio de futebol no Metaverso.

Como em uma espécie de jogo de tabuleiro, a Upland criou toda a cidade do Porto no Metaverso, permitindo com que assim, usuários por meio de Blockchain comprassem e vendessem propriedades existentes em um ambiente virtual, incluindo o estádio do Porto, o Estádio do Dragão.

Cofundador e CEO da Upland, Dirk Lueth comentou sobre a oportunidade de ter o Porto como parceiro e as portas que isso pode abrir para o torcedor em relação a aproximação com o time do coração.

“Estamos entusiasmados por acolher o Porto, a primeira equipe de futebol europeu a entrar no metaverso da Upland. O futebol é uma forma de vida. As pessoas comem, dormem e respiram pensando em futebol. Para os torcedores do Porto, levar essa paixão para o metaverso é uma oportunidade sem paralelo de aprofundar a ligação com o clube”, declarou Dirk.

O ambiente no futebol, por incrível que pareça, ainda é pouco explorado no futebol. Apesar de diversas parcerias já surgirem com empresas envolvidas com a web3, o Metaverso em si ainda está distante de ser unanimidade no meio.

Visando um passo a mais nesse sentido, o diretor de marketing do Porto explicou a importância de aparecer como um dos primeiros times do mundo a iniciar esse projeto.

“Dizer que é mais um passo é pouco. Este não é um passo qualquer. Sermos o primeiro clube de futebol europeu a estabelecer-se no metaverso, através da Upland, com a nossa cidade, estádio, jogadores e torcedores catapulta a nossa marca para um nível altíssimo neste âmbito”, avaliou Tiago Gouveia.

Dirigente do Porto analisa parceria com Metaverso

A crescente de parcerias entre empresas da web3 e criptoativos é muito sustentada na ideia de proximidade entre torcida e clube.

Algo que já vem se consolidando e tem a ver com esse aumento dos patrocínios com exchanges e empresas no geral desse segmento, se deve aos Fan Tokens.

As Criptomoedas utilitárias, já revolucionam o sentimento de proximidade que um fã tem com seu time do coração. Atrelado ao potencial de lucro que pode ser extraído, times de todo mundo se adequaram a esse sistema de “sócio torcedor”.

Logo, a ideia do Porto em estar em um ambiente do Metaverso, se apoia também nessa relação com a torcida.

É o que explica o diretor de projetos de internacionalização da marca do clube, Pedro Albuquerque .

“O crescimento internacional do Porto se faz em vários níveis. Pensar no metaverso como o futuro começa a ser um erro. É o presente. Está aqui a bater-nos à porta. Queremos estar do lado certo, como sempre. Esta aposta, até por sermos os primeiros, é entusiasmante e, acredito, vai trazer aos nossos torcedores oportunidades únicas de interação, criando, literalmente, um novo mundo recheado de portismo”, avaliou Pedro.

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares