segunda-feira, agosto 8, 2022

Justiça permite shows de mais de meio milhão de reais em cidade mineira

A Justiça aceitou, na última quarta-feira (03), um pedido de liminar feito pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Como resultado, ela proibiu a realização de shows que seriam realizados no período entre a última quinta (04) e o próximo domingo (07). Os eventos aconteceriam em São José do Mantimento, no Leste mineiro.

Do mesmo modo, a prefeitura comunicou que o pedido foi aceito pela Justiça, com a intenção de, por meio do recurso, derrubar a liminar. Além disso, reforçou que o evento irá acontecer. A Outhofest teria shows de atrações como: a dupla Fernando e Sorocaba, a cantora sertaneja Paula Fernandes, o grupo Biquíni Cavadão, entre outros.

A Justiça havia decretado que o município não fizesse o pagamento dos artistas, assim como não promovesse novos shows dessa instância. Outro detalhe é que, em função do montante de gastos públicos, o prefeito pudesse ser multado em até R$ 1 milhão.

Nesse sentido, a Promotoria de Justiça justificou no pedido de liminar que, apenas com a contratação dos artistas, a prefeitura da cidade, gastaria R$ 520 mil. Vale ressaltar que a população estimada pelo IBGE do local é de 2,8 mil habitantes.

Conforme levantamento do MPMG, os custos da festividade ultrapassam em 10% os investimentos que o município teve, no ano passado, com educação, em 15% o que desembolsou com saúde, além dos 100% aplicados pelos recursos endereçados em assistência social.
“A realização de evento de tal magnitude se torna claramente inconcebível, uma vez que os volumosos recursos a serem gastos podem ser aplicados na solução de problemas que a população vem enfrentando”, analisou o promotor de Justiça José Azeredo Neto no pedido aceito preliminarmente pela Justiça, em entrevista ao site Estado de Minas.

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares