segunda-feira, agosto 8, 2022

No Dia Livre de Imposto, gasolina ascende a 50% entre evento de 2021 e 2022

A cidade de Belo Horizonte sediou diversos motoristas dormindo na fila de quarta-feira (1°) a esta quinta-feira (2) com o objetivo de adquirirem gasolina com o preço mais em conta, livre de impostos, em posto da rede Pica Pau, localizado na avenida do Contorno. Isento de taxa, o preso na bomba marcava R$ 4,85, valor abaixo da média quando comparado com a maioria dos centros de abastecimentos na capital mineira – avaliados em R$ 7,58, conforme o site de pesquisas Mercado Mineiro.

O ato integra o Dia Livre de Impostos, data ocorrida por ano pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH). A intenção da manifestação é alertar a população acerca da alta carga tributária no país. Em 2021, a fila no evento para comprar gasolina mais barata desembolsou mais de 1 real a menos: R$ 3,22.

Ainda que sem impostos, o litro da gasolina ampliou para 50% a mais em Belo Horizonte no período entre o Dia Livre de Impostos do ano passado e o atual. Sendo assim, mediante corriqueiras correções da Petrobras durante o último ano, esse combustível encareceu proveniente das refinarias.

Outro aumento gerado aconteceu dos custos de operação da cadeira produtiva, contemplando desde a distribuição ao armazenamento. Além disso, existe também as margens de lucro de todos os setores somados envolvidos da produção do combustível à venda na bomba.  

Para esclarecer os fatos, a Petrobras define a composição do preço da gasolina com os seguintes integrantes: Preço que sai da refinaria: 36%; Impostos estaduais (ICMS): 27%; Etanol anidro misturado: 13%; Impostos federais (Cide, PIS/Pasep e Cofins): 10%; e Distribuição e revenda (custos e margem de lucro): 14%,

LEIA TAMBÉM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Mais Populares